Coliving: entenda o novo jeito de morar

27 de julho de 2020

O que é Coliving? Nada mais é que uma tendência urbana global que vem crescendo esporadicamente nos últimos anos e que consiste no compartilhamento de ambientes.

Nesse sistema, os edifícios residenciais contam com uma vasta estrutura social (lavanderia, cozinha compartilhada, sala de jogos, sala de reuniões, academia, etc) e uma área privativa reduzida. Ou seja, você tem na sua unidade apenas o que julga necessário (cama, banheiro, uma pequena cozinha) e todo o resto é compartilhado. Como é observado, apartamentos bem localizados, que oferecem uma boa experiência de se viver, mesmo sendo pequenos, são supervalorizados. Isso se deve ao fato de muitas pessoas hoje estarem cada vez menos interessadas em ter, e mais em vivenciar.

Em outubro de 2011, a empresa Autolib começou a operar uma ideia inovadora na capital francesa: carros elétricos compartilhados. Na época, o sistema tinha 66 veículos e 33 estações, atuando apenas em Paris. A ideia era que os usuários pudessem ter uma experiência de compartilhamento, respeitando que outra pessoa iria usar o mesmo espaço que ela. Hoje, a Autolib tem 4.000 automóveis, atuando em 82 cidades, e possui 5.700 pontos de parada. Um sistema semelhante ocorre em cidades como São Paulo e Rio com compartilhamento de bicicletas, o uso é urbano, com custo e burocracia bem reduzidos em comparação aos aluguéis tradicionais.

Como já observado, empresas que investem em cooperativismo de qualquer tipo, hoje se dão melhor no mercado. No começo de 2017, o Sicredi apresentou um crescimento de 36,4%, o fazendo saltar 10 posições no ranking dos 50 melhores bancos. Em 20 de agosto de 2018, a Valor 1000 nomeou uma lista dos 100 melhores bancos do país, e o Sicredi se consagrou em 10º lugar.

Coliving no Brasil

Em São Paulo, um apartamento de 10 metros quadrados já é vendido a 100.000 reais. Isso porquê ele tem uma ótima localização, com pontos de interesse comuns para o público, como restaurantes, universidades, entre outros, além de estar em um bairro nobre da capital paulista, Higienópolis. E, claro, as áreas comuns, para o morador praticar ginástica, lavar roupa ou desfrutar de uma refeição junto com os vizinhos. É a tendência do coliving.

Os jovens têm se preocupado cada vez menos em acumular, e querem ter acesso a tudo, mas com praticidade
No coliving, as lavanderias são coletivas, há uma sala de ferramentas compartilhadas, além de um salão de festa aberto 24 horas, e áreas de coworking.
Eduardo Pricladnitzki, sócio fundador da Wikihaus

A incorporadora Wikhaus em 2014 iniciou os primeiros projetos de coliving no Brasil. Em Porto Alegre, possuem o Cine Teatro Presidente, uma restauração de um antigo edifício já com esse nome, um conjunto de 58 studios, de 38m² a 70m². Três meses depois de adquirirem o imóvel e o revitalizar, 60% das unidades já haviam sido compradas.

Gostou da matéria? É investidor? Já pensou em fazer o primeiro coliving de Cascavel e região? Entre em contato conosco!

Fontes
https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/imoveis-a-onda-do-coliving-veio-para-ficar/
https://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/rodas/2016/10/1822971-carro-compartilhado-e-tendencia-global-mas-engatinha-no-brasil.shtml
https://www.sicredi.com.br/html/conheca-o-sicredi/noticia/sicredi_sobe_ranking_america_latina/
https://www.sicredi.com.br/html/conheca-o-sicredi/noticia/Sicredi_valor_1000_valor_economico/
https://www.sicredi.com.br/html/conheca-o-sicredi/noticia/resultados_semestrais_sicredi_2017/
https://wikihaus.com.br/cine-teatro-presidente/